Legado do Norte

Retornando para o Poço da Velha Coruja

18 de Eleint de 1488

Voltando pela trilha aberta com pesadas passadas do grupo de orcs até o poço da velha coruja, a Companhia Aventuresca conversava sobre os acontecidos até o momento. Indagavam o envolvimento dos Zhentarim, quem seria o “Aranha Negra”, quem estaria unindo goblins da Boca Escarpada, hobgoblins e orcs.

Ao chegarem perto do poço os zumbis de Hamun Kost começaram a se deslocar em direção a eles. Hamun, o mago de vestes vermelhas e com a testa tatuada, sai de sua tenda e vem falar com os aventureiros.

Link para o vídeo

Torian tem uma ideia e utilizando seus poderes telepáticos avisa seus amigos para se prepararem caso algo dê errado. Ele então dá um paço a frente e avisa que as informações de Hamun estavam imprecisas. Haviam mais do que alguns orcs. Ele tenta receber uma recompensa maior porém é negado.

O bruxo então demonstra seu plano: ele dá mais um passo afrente, agora alterando a sua imagem com tatuagens na testa parecidas com a de Hamun, e com um tom de voz autoritário diz ser um membro dos Magos Vermelhos de Thay. Explica que está ali para pegar um relatório da situação com Hamun e precisa de mais suprimentos. Hamun acredita na historia e conta que continua procurando mas ainda não encontrou nada. Explica que tem pouco a disposição mas que o grupo pode pegar o que precisar.

Vendo a situação precária de Hamun os aventureiros resolvem partir apenas com a recompensa inicial. Torian tenta pegar mais alguma informação com o Mago Vermelho porém não consegue nada vital.

Com o sol a pino a Companhia Aventuresca retorna a Conyberry para reencontrar seus amigos ali descansando e partem imediatamente em direção a Phandalin.

Retornando para Phandalin

21 de Eleint de 1488

Chegando na cidade é perceptível que os ânimos são diferentes. As pessoas agora estão mais animadas, andam de um lado para o outro apressadas com seus afazeres para recuperar sua vila porém felizes e falantes.

A primeira visita que fazem ao chegar a cidade é a Daren. Eles se encontram com o velho em seu pomar e contam sobre o pouco que descobriram a respeito de Hamun Cost, os mortos vivos no poço da velha coruja e os planos dos Magos Vermelhos de Thay. Darien convida então os aventureiros a ingressar na Ordem da Manopla e conta a eles sobre um forte da ordem situado na Costa da Espada, o Forte de Helm.

Quando adentraram o salão comunal da cidade encontraram Sildar e explicam que os orcs haviam sido eliminados. Eles tem uma breve conversa tentando elaborar um plano para tirar mais informações do antigo Cajado Vítreo. Torian sugere alterar sua imagem e fingir ser O Aranha Negra mas este plano é descartado. Eles saem então para falar com Garaele e informam que Agatha recebeu a escova de cabelo e com isso conseguiram a informação de que o grimório de Bowgentle foi entregue para o necromante Tsernoth em Iriaebor a um século atrás. Garaele então pede para os aventureiros seguirem para Thundertree e encontrar Reidoth, pois ele teria mais informações sobe as Cavernas Eco das Ondas.

O grupo então se divide na cidade para comprar suprimentos. Ahrah precisava comprar um novo arco pois o antigo foi danificado na batalha contra o ogro e Torian queria um novo cajado já que o seu se desfez com a força de sua magia. Após as compras eles se encontram na taverna para um merecido descanso e um jantar em homenagem a eles que a cidade estava dando, após o prefeito ter sido convencido pelo bruxo.

Como não queriam pagar pela bebida e hospedagem resolveram então fazer um segundo espetáculo na taverna contando a história do “Necromante Atrapalhado” e assim conseguiram moeda suficiente para beberem e relaxarem.

Na manhã seguinte partem em direção a Thundertree.

Comments

bruno_baere hcssilva

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.